O Sexto Sentido

Sobre Este Suspense O Sexto Sentido

O Sexto SentidoO Sexto Sentido suspense psicológico, distribuído pela Disney e Buena Vista.

Uma de fantasmas do tipo que floresceu anos atrás, quando pessoas comuns vislumbram dimensões escondidas. Acredita-se que as crianças são melhores do que os adultos ao ver fantasmas.

As barreiras do ceticismo e da incredulidade ainda não estão em vigor. Neste filme, um menino pequeno diz solenemente a sua psicóloga: “Vejo pessoas mortas”. Mas ninguém parece levar isso a sério.

Cole Sear, é esse garoto. Que tem oito anos de idade é assombrado por um segredo obscuro: ele é visitado por fantasmas. Um canal desamparado e relutante Cole está aterrorizado com visitas ameaçadoras daqueles com problemas não resolvidos que aparecem das sombras.

Para ver séries grátis e filmes na web, clique aqui gratuitamente.

Confuso com seus poderes paranormais Cole é muito jovem para entender seu propósito e também aterrorizado para contar a alguém sobre o seu tormento, exceto o psicólogo infantil Dr. Malcolm Crowe. Como o Dr. Crowe tenta descobrir a verdade ameaçadora sobre as habilidades sobrenaturais de Cole, a consequência para o cliente e o terapeuta é uma sacudida que desperta os dois para algo angustiante - e inexplicável.

A história se cruza com a do  psiquiatra infantil Malcolm Crowe é confrontado uma noite por seu ex-paciente Vincent Gray, que ele não ajudou. Depois que Vincent atira Crowe no estômago e se mata Crowe não consegue parar de pensar nisso.

Alguns meses depois, ele é contratado para ajudar um menino problemático chamado Cole Sear, que tem muitos dos mesmos problemas que Vincent teve. Crowe vê uma chance de redimir-se, mas duvida de sua capacidade de alcançar o menino, especialmente quando Cole afirma ver fantasmas que não sabem que estão mortos.

É a tarefa de Crowe alcançar esse menino e curá-lo, se a cura é realmente o que ele precisa. Talvez ele esteja pedindo ajuda; Crowe não acredita necessariamente nas histórias do menino, mas o próprio Crowe está sofrendo, em parte porque sua esposa, uma vez tão próxima, agora parece estar entrando em um caso e não parece ouvi-lo quando ele fala com ela.

Esta é uma excelente pergunta, raramente pedida em histórias de fantasmas, onde os heróis geralmente são tão egocêntricos que acham que os fantasmas foram a todos os problemas de aparecer simplesmente para que possam vê-los. Cole tem algumas ideias. Crowe pergunta se as ideias não são sólidas, mesmo que não haja fantasmas.

Ele está na maioria das cenas, e ele tem que agir neles - isso não é um papel para O filme foi escrito e dirigido por M. Night Shyamalan, cujo filme anterior, "Wide Awake", era também sobre um menino pequeno com um toque sobrenatural; Ele lamentou seu avô morto e exigiu uma explicação de Deus. Não pensei que funcionasse. "The Sixth Sense" tem uma espécie de autoconfiança calma e saciante que permite que nos leve a um caminho estranho, intrigante.

Trailer:

 

 

Besta

Beast é um filhe que você precisa assistir o quanto antes.

A heroína de do filme "Beast" é uma jovem inglesa chamada Moll. Moll está obviamente perturbada, e acaba se apaixonando por um homem flagrantemente perturbado chamado Pascal. 

Isso faz com que sua própria irmã pergunte: "O que há com ele?" Moll responde instantaneamente: "Seu cheiro".

Temos que julgar a fé, mas outros sentidos nos dizem que esses dois farão um casal volátil, e que eles são interpretados por um par de atores excepcionais, Jessie Buckley e Johnny Flynn. Este formidável recurso de estréia de Michael Pearce nos leva a caminhos familiares em uma escuridão própria.

O cenário é a ilha de Jersey, no Canal da Mancha, perto da costa da Normandia. Pascal afirma ser descendente de nobres normandos, embora a nobreza não seja a primeira coisa em que você pensa quando vê este faz-tudo com mãos e olhos de quarto ríspidos. Ele é perfeito para o misterioso serial killer que está rodeando a ilha.

Pascal é realmente a besta do título? Moll pode suspeitar que sim, e pode não se importar. Ela tem violência em seu passado, uma profunda tendência à autodestruição e um apetite voraz por perigo. 

Nas mãos de uma atriz menos hábil o personagem poderia ter sido um fracasso, muito embora, a habilidade quase não indique a presença rápida de Jessie Buckley.

Moll pode ter sido uma antologia de conflitos e sintomas. Em vez disso, ela é uma beleza de carne e osso, de uma família próspera, tentando urgentemente, e perigosamente, encontrar o amor que a fará completa. Sua arrogante mãe é interpretada pela soberba Geraldine James, e a mãe tem uma das frases mais arrepiantes do filme: "Talvez eu tenha sido muito branda com você".

Eu acredito que o filme seja muito longo, mas eu digo "eu acredito", porque eu fiquei fascinado por cada cena, embora eu olhasse em meu relógio de vez em quando, eu não reconheci que foi muito tempo até que ouvi alguém dizer isso na saída. 

Na maioria das vezes é terrivelmente tenso. Essa palavra é rotineiramente aplicada a thrillers, mas é especialmente apropriada ao estilo de Michael Pearce, que se baseia na especificidade, e em quase todo momento gera uma tensão dramática de uma fonte que pode ser tão sutil quanto um olhar, ou uma única sílaba de linguagem corporal.

Mais do que isso, o filme vai além. Moll e Pascal são almas danificadas e prejudiciais, isso está claro desde o início, mas eles queriam fazer diferente do que quer que tenham feito no passado, e isso importa? Quanto perdão eles ganharam? Onde quer que ela vá, as pessoas que a conhecem perguntam, em tom de desaprovação, o que há de errado com ela. Onde quer que ele vá, pessoas que não sabem nada sobre ele, dizem o pior. "Beast" brinca habilmente com seus personagens e com o público.

Trailer:

Mulher Maravilha O Filme

Leia tudo que precisa saber sobre o filme da Mulher Maravilha

Mulher Maravilha é a mais nova aposta do mundo de super heróis da DC Comics. Dessa vez com uma particularidade especial: o herói é uma mulher.

Especial, pois há poucas representações do sexo feminino nas telas do cinema. Os personagens da Mulher Maravilha (Gal Gadot, de Keeping Up With The Joneses), mais especialmente seu caráter titular, englobam mulheres guerreiras fortes e ferozes que realmente são uma maravilha para contemplar.

O filme, sem dúvidas é uma peça de cinema cativante. A história é sobre Diana, uma jovem que vive numa ilha secreta de nome Themyscira. Que foi criada por um grupo de amazonas guerreiras.

Ela cresce sendo protegida e treinada pelas amazonas, mas também sonha com coisas, além disso. Até certo tempo, não faz muita ideia de quem é e não conhece todo seu potencial e capacidade.


A ação começa quando a ilha é encontrada por um piloto americano de nome Steve Trevor (Chris Pine, de A Qualquer Custo) Que chega até ali por acidente. Ele é um piloto americano em serviço como espião para o governo britânico.

Após a queda do avião que pilotava, Steve é salvo por Diana e esse é só o inicio de todos os problemas. Os acontecimentos se dão na Primeira Guerra Mundial. Quando o piloto informa as amazonas sobre os ocorridos, em Diana surge a chama da vontade de fazer algo para ajudar.

Ela resolve fazer parte da ajuda da humanidade dos efeitos de uma guerra. Efeitos esses que ela pensa que estão sendo influenciados e causados pelo deus da guerra, Ares.

E então eles partem para a cidade de Londres. Local jamais antes visitado pela guerreira, com a finalidade de acabar com os planos de Ares. Enquanto isso, deverá se adaptar a um mundo completamente diferente do que era acostumada. Um episódio de inúmeros desafios.

Repleto de sequenciais cenas de batalha emocionantes e cheias de efeitos especiais. Mulher Maravilha é um desses filmes que não da pra se julgar  a partir do trailer. Porque com certeza supera tudo o que foi passado nos poucos minutos de divulgação.

Com personagens bem escritos e colocados no enredo, com a história se movendo em um ritmo coerente. Que chega a conter cenas de humor também, derivado das discrepâncias 'homens versus mulheres' e 'Diana versus outros humanos'.

Uma produção é incrível e inspiradora por direito próprio. O filme se passa em uma variedade de ambientes, incluindo a ilha de Themyscira, os campos de batalha da guerra e Londres do início do século XX. Com um design de produção de todos que e impecavelmente atraente e imersivo. As sequências de batalha são legais e os efeitos especiais são impressionantes.

Gal Gadot desempenha o papel titular, de forma maravilhosa. E Chris Pine, estando ao lado dela, não fica de fora, e coloca seu encanto em prática. Eles são apoiados por personagens de apoio divertidos com excelentes artistas por trás deles. E a batalha final, tem uma estética de quadrinhos resultado de um otimo trabalho de direção de Patty Jenkins (de Monster).

Trailer:

Melhores Filmes de 2017

Confira os melhores filmes Lançados em 2017.

filme logan

Sai ano e entra ano sempre temos uma expectativa sobre determinadas franquias, talvez alguma continuação à muito esperada, ou o início de uma nova saga. A verdade que a cada virada de ano a guerra pelo melhor filme é bastante acirrada.

A lista de filmes que serão lançadas no ano seguinte sai em meados de agosto do ano anterior, causando sempre muito barulho entre os sites especializados.

O ano de 2017 foi feito de muitas expectativas, muitas continuações de franquias famosas voltaram ao cinema, com alguns decepcionando bastante e outros não.

Conheça um pouco mais sobre alguns dos melhores e piores de 2017:

-Blade Runner 2049: Uma continuação do famosos filme de ficção de 1982. O filme de 2017 tem como protagonista o ator Ryan Gosling interpretando o personagem "K", e Harrison Ford interpretando o agente Rick Deckard. A trama é baseado na temática perigosa de robôs substituindo humanos e o futuro iminente da extinção humana por inteligência artificial mais capacitada e mais resistentes.
Orçamento: U$180 Milhões / Arrecadação: U$259 Milhões.
O filme não teve o mesmo retorno dado o barulho que fez.

-Logan: O filme Logan é mais uma obra prima da incansável Marvel. O enredo desenvolve-se em um futuro não distante, onde a maioria dos mutantes foram mortos e uma nova geração é quase improvável acontecer.
Vemos no filme Logan um Wolverine velho e esgotado emocionalmente, dando a impressão de carregar o mundo nas costas, e não duvide, ele carrega!
Suas feridas não saram como antes, sua força foi drasticamente reduzida junto com sua conhecida e famosa ferocidade. Logan tem como responsabilidade cuidar do mutante mais poderoso de todos os tempos, Professor Xavier, que além de muito velho, não consegue mais controlar seus poderes, sendo um perigo para toda humanidade.
Orçamento: U$97 milhões / Arrecadação: U$610 milhões.

-La La Land: Melodia de Amor - O filme é um romance musical carregado de dramas e reviravoltas. Vencedor do Oscar de melhor filme de 2017, La La Land foi uma grande surpresa, visto que a muito uma produção musical não levantava a estatueta de melhor filme. Estrelado por Ryan Gosling e Emma Stone, ambos foram bastante elogiados pela interpretação fantástica entre cenários coloridos e paisagens surreais. La La Land brilhou com toda certeza.
Orçamento: U$30 Milhões / Arrecadação: U$445 milhões (um retorno fantástico).

-A Múmia: O filme tem um trailer bastante intrigante, mas achei pura ilusão, não encontrei enredo forte que me fizesse ficar apegado do início a fim. As falhas do roteiro são fáceis de serem notados, faltou uma história mais amarrada que cativasse o público. A múmia em si não tinha personalidade, hora parecia a vilã, hora parecia a vítima, hora parecia poderosa, hora parecia que  não sabia fazer nada, não fez muito sentido e para mim ficou devendo. O ponto forte foram as interpretações da atriz que fez a múmia e de Tom Cruise.
Orçamento: U$125 milhões / Arrecadação: U$409 milhões.

Outros filmes tiveram destaques positivos, como por exemplo, Corra! que arrecadou U$255 milhões em bilheterias e agradou bastante a crítica. Outro filme muito bem visto foi o Star Wars: Os Últimos Jedi, que arrecadou em bilheterias mais de U$1.3 Bilhões.

Trailer:

Sete Minutos Depois da Meia Noite

 A Emocionante História de Um Garoto e Adversidades da Vida em Sete Minutos Depois da Meia Noite

Sete Minutos Depois da Meia NoiteA infância está cheia de monstros. Felizmente, a grande maioria deles é imaginária, vencida, fechando um livro ou desligando um filme - e ficando escondido por uma mãe ansiosa para tranquilizar um coração e dizer que nada de perverso está escondido no armário.

Mas o monstro que a mãe de Conor, Lizzie, enfrenta é terrivelmente real: está morrendo de câncer. Lizzie está com um rosto corajoso para ter certeza, mesmo quando seu cabelo cai e seu corpo desaparece para nada.

Ela tranquiliza seu filho, ela vai conseguir. Ela insiste que tudo ficará bem após a próxima rodada de quimioterapia. O garoto de 12 anos quer e precisa desesperadamente acreditar nela. E a jovem mãe moribunda quer desesperadamente acreditar no que ela está dizendo, também.

Mas a verdade é que Lizzie está em uma morte lenta, horrível, inexorável e inevitável. É um destino monstruoso. O que explica parcialmente, talvez, por que Conor começou a ser visitado por um monstro de outro tipo.

É uma árvore perto de sua casa que se levanta regularmente às 12:07 da manhã. A voz profunda e rumbosa da árvore é tão ameaçadora como o seu rosto feroz e de rosto ardente.

No entanto, este monstro não vem devastar, mas para oferecer conforto, conselhos e histórias - sim, histórias - para ajudar um menino aterrorizado e desorientado enfrentando o monstro do sofrimento que ameaça consumir seu coração

Então o querido monstro de Conor lhe diz algumas palavras importantes antes de narrar um de seus três contos. E o que lhe diz, é verdade: algumas histórias não vão para onde você espera. Isso porque às vezes a verdade no final é difícil para a nossa compreensão imediata. Pode levar muito tempo, e as vezes todo o tempo que temos.

Esta poderosa parábola da jornada de um menino através do sofrimento descobre algumas verdades surpreendentes no momento em que os créditos rolam. É um filme que é igual a partes intensas – o novo amigo de Connor é visualmente assustador o suficiente para que os jovens espectadores possam deixar os próprios sonhos e emocionalmente perspicazes. À medida que a história se desenrola, o Monstro no meio cresce menos monstruoso e mais sábio.

Há uma profunda ressonância emocional na forma como o guia feito de árvore de Conor ajuda a admitir - então a aceitar - algumas verdades difíceis sobre o que ele realmente está sentindo sobre o lento desaparecimento de sua mãe. No final, a árvore assustadora com os olhos vermelhos flamejantes não é quase tão indignante quanto parece.

O Monstro ajuda Conor a enfrentar os monstros em seu próprio coração  e começar a avançar após a morte de sua mãe. "Será difícil", o Monster diz ao menino em sua última conversa com ele. "Será mais do que difícil. Mas você conseguirá, Conor O'Malley". Esta é uma produção da Diamond Filmes.

Trailer:

Malasartes E O Duelo Com A Morte

O Embate Entre o Homem e A Morte em Malasartes E O Duelo Com A Morte

Malasartes E O Duelo Com A MorteComo o título já denuncia, este é um filme sobre a história de um homem bastante esperto de nome Pedro Malasartes. Que não é um figura nova. Está presente até em cordéis da região nordeste do Brasil.

Este personagem vem lá de Portugal e foi trazido ao Brasil durante o tempo inicial da colonização. Com suas características peculiares que o fazem ser uma figura carimbada e conhecida.

Comece pensando naquele tipo de pessoa que usa sua esperteza para sair por cima em todas as situações. Pensou? Então pensou no tipo do Malasartes.

Que com sua malandragem misturada com sua simplicidade deixa marcada a sua história na vida de muitas pessoas. Que admiram sua sagacidade, mas as que o odeiam também.

Apesar de ser uma boa pessoa, o que compreende um coração bom que também tem boas intenções, a sua vontade de levar vantagem faz com que a bondade muitas vezes seja deixada de lado. Já que mentir e trapacear também estão na lista de maldades do mundo.

Nesta produção da Downtown Filmes, o protagonista é vivido por Jesuita Barbosa (de Praia do Futuro e Reza a Lenda). Que tem a missão de imortalizar essa figura caipira tão importante em nossa cultura.

Com direção de Paulo Morelli ( mesmo diretor de Cidade dos Homens e Preço da Paz), o filme nos mostra a vida do sagaz profissional que vive fazendo o que pode para ficar junto de sua moça amada, chamada Áurea, que é interpretada por Isis Valverde ( de Faroeste Caboclo e O Canto da Sereia).

Mas como em toda história de amor que se preze, existe alguém para atrapalhar tudo. E este alguém é o irmão da bela moça que não aceita as investidas do rapaz e quer vê-lo longe de sua irmã caçula.

E por conta disso, depois de uma longa história de um acontecimento maluco, acaba tendo que enfrentar a morte para sair de seu mundo e poder voltar a tentar ficar junto de sua bela Aurea.

Mas acontece que a Morte ( Julio Andrade), anda cansado de ofício e quer deixar o moço caipira em seu lugar, fazendo o que ele faz bem que é passar a perna para levar vantagem.

Elementos que aparecem com frequência na tela, é o cenário rural e do mundo surreal. Com elementos importantes que fazem parte do folclore do Brasil.

Verdadeiramente, uma história divertida e boa de se assistir. Repletas de viradas muitas vezes inesperadas e com um ritmo que não deixa o espectador entediado.

Uma boa mistura de humor e alguns toques de drama e um certo suspense. Com certeza, o resultado de uma boa direção. Quem tiver a sorte de prestigiar, dificilmente sairá decepcionado.

Trailer:

Snatched

Uma Viagem de Mãe e Filha Com Excesso de Emoção em Snatched

Snatched"Snatched" é o mais alto de comédias de alto conceito. Goldie Hawn( de Um Salto Para a Felicidade e O Clube das Desquitadas) e Amy Schumer  ( de Descompensada e Price Check) são estrelas como uma mãe e filha polares opostas que seqüestraram enquanto relutantemente moram de férias no Equador.

É uma comédia de camarada incompatível. É uma comédia de peixe fora da água. É uma comédia sobre o poder feminino. Tudo acontece em um cenário um tanto quanto maluco.

Ambas as mulheres se afastam de suas zonas de conforto e dessa forma, tornam-se mais próximas umas das outras no processo. É o que mostra o diretor Jonathan Levine. Que trabalhou com uma grande capacidade de equilibrar uma variedade de gêneros e tons até mesmo de seus filmes anteriores. Enfim, é uma mistura de ação e risos.

Depois que Emilly é demitida de seu trabalho que ja não apreciava muito,é também surpreendida por ser namorado agindo como um idiota querendo ir atrás de mulheres através de sua banda.

Isso porque eles ja haviam planejado uma grande viagem de casal para a América do Sul. E ele, que se acha uma verdadeira estrela do rock, acaba com tudo num passe de mágica. E como a viagem nao era do tipo reembolsável, a namorada abandonada, tem de achar um substituto de companhia de viagem.

Após diversas tentativas de encontrar uma pessoa que serviria de companhia, ela acaba por pensar na mãe como candidata. Mãe essa que mora no subúrbio e mora com seu irmão nerd. Ela finalmente escolhe a mãe e diz que ela deve ter momentos emocionantes em sua vida.

Já no hotel, Emilly esta no bar quando um homem supostamente britânico e com aparência encantadora, acaba por colocar mãe e filha em uma situação de extremo perigo. Elas são sequestradas por alguns bandidos locais.

Depois de uma tentativa de fuga principalmente acidental, as duas mulheres encontram-se perdidas na selva, desesperadas para voltar para a civilização e seguir suas vidas bem longe daquele local nas férias mais loucas de suas vidas.

Schumer e Hawn exibem apenas cursos ásperos de química familiar, e quaisquer momentos de emoção genuína entre os dois são graças à força de vontade de Hawn.

A partir daqui, a mãe e a filha brigam e passam por uma grande fuga e  várias desventuras subsequentes. É tudo coisa bastante óbvia. Porém, um crescente lado envolvendo chamadas telefônicas entre o irmão assustado de Emily e um oficial do Departamento de Estado não motivado (Bashir Salahuddin) oferece algumas risadas, e isso indica que o tipo de filme pode ter sido um pouco mais ousado.

Amy Schumer e Goldie Hawn têm alguns momentos emocionantes como mãe e filha tentando se reconectar em uma situação terrível e que com certeza foi fonte de aprendizados que se tiverem sorte, não acontecerão novamente.

Trailer:

 

Ratatouille O Filme

Ratatouille Um Rato Chamado Remy

RatatouilleNa nova e animada aventura, Ratatouille, um rato chamado Remy, sonha em se tornar um grande chef, apesar dos desejos de sua família e do problema óbvio de ser um rato numa profissão decididamente avessa á ratos.

Quando o destino coloca Remy na cidade de Paris, ele se encontra idealmente situado sob um restaurante famoso por seu herói culinário, Auguste Gusteau.

Apesar dos perigos aparentes de ser um visitante indesejável na cozinha em um dos restaurantes mais exclusivos de Paris, Remy forma uma parceria improvável com Linguini, o menino do lixo, que de uma forma nada convencional, descobre os incríveis talentos de Remy.

Os dois fazem um acordo, acabando por colocar em movimento uma cadeia divertida de eventos extraordinários que transforma o mundo culinário de Paris de cabeça para baixo.

Que era o de trabalharem em conjunto para que os dois pudessem conseguir chegar a seus objetivos. Como chef e estando num bom trabalho.

Remy encontra-se dividido entre seguir seus sonhos ou retornar para sempre à sua existência anterior como um rato. Ele aprende a verdade sobre amizade, família e não tem escolha senão ser quem ele realmente é um rato que sonha em cada vez mais, ser um chef.

Como todos os outros filmes da Pixar, Ratatouille inclui um humor matizado. Fala sobre francês, alta gastronomia, críticos de alimentos e referências direcionadas a um publico determinado.
O protagonista, Linguini, é um órfão - embora pelo menos ele seja um jovem adulto e não uma criança. Mas o fato ainda pesa um pouco.

Já Remy, um rato do interior, tem um senso de gosto excepcional e quer ser um chef em Paris. Quando ele conhece Linguini humano inusitado, recém-instalado no nível inferior do restaurante do chef Auguste Gusteau, eles criam um plano para levar a criatividade de Remy à mesa.

O pequeno rato fica encima da cabeça de seu novo amigo, por baixo de seu chapéu de chef onde ninguém consegue vê-lo. Fazendo com que puxões no cabelo sejam a forma de guiar na cozinha. Com todo o mérito parecendo ser de Linguini.

Muitos personagens animados parecem se comunicar com semáforos, mas Remy tem um repertório de minúsculos gestos de mão franceses, encolher de ombros e expressividade física que podem o marcar para sempre na mente de quem o assiste.

O foco de Ratatouille não é apenas a ambição de Remy, mas também o legado sagrado de Gusteau, cujo fantasma ocasionalmente flutua antes dos olhos de Remy,e cujo restaurante está em declínio.

Parte do problema é o sucessor de Gusteau, Skinner (Ian Holm), que usa o nome e a reputação do mestre para comercializar uma linha de jantares congelados produzidos em massa. Totalmente diferente da tradição do restaurante.

É impossível não ler Remy como uma metáfora importante. A mensagem pode ser mais democrática - nem todos pode ser um grande artista, mas a arte verdadeira,pode vir de qualquer lugar.

Trailer:

 

 

Sempre Ao Seu Lado

Sobre a Produção Sempre ao Seu Lado

Sempre Ao Seu LadoEste filme é um remake de um filme japonês de 1987, baseado em uma história verdadeira.

O professor de música Parker Wilson (Richard Gere, de Uma Linda Mulher) traz para casa um cachorro misterioso, que encontrou perdido na estação de trem.

O pequeno cachorro tem o símbolo japonês 'hachi' (oito) em sua pequena coleira. E o professor acabando levando o pequeno animal para casa. Mesmo sabendo que sua esposa (vivida por Joan Allen, de Corrida Mortal), não gostaria da ideia.

Mas ele acaba a convencendo. Hachi torna-se o companheiro constante de Parker, acompanhando-o para a estação para sua viagem matutina, aguardando o dia inteiro e chegando até a aguardar a sua volta.

O diretor Lasse Hallstrom, conhecido por suas produções de fazerem qualquer um chorar de emoção, não fez diferente dessa vez. Já que Pra Sempre Ao Seu Lado é um é um drama familiar inspirador que conta a história da lealdade e devoção inabaláveis de um cão.

Um filme muito gentil que rapidamente envolve o público, pois apresenta um cão heroico, um homem com um coração amoroso e um cenário terno. Essa junção de fatores intensifica as emoções, que mais tarde trazem a história ao longo dos anos até sua conclusão.

O filme baseia-se na história de um cão que morava no Japão na década de 1930. Inclusive, uma estátua do Hachi real permanece na estação de trem de Shibuya.

De uma forma lenta, o filme oferece observações gentis sobre a vida e o sofrimento que os animais de estimação podem sentir. E sem dúvida, arrancará umas boas lágrimas de quem assistir.

Parker e seu novo amigo canino, Hachi (Hachikō), logo formam uma ligação que não pode ser quebrada. Que chega a esquentar o coração das pessoas mais duras. Hachi segue Parker para a estação de trem todos os dias e retorna à estação todas as noites para cumprimentar seu amado mestre após o trabalho.

Mas em um fatídico e triste dia, Parker sai para o trabalho, acaba tendo problemas no coração, e nunca mais retorna para a estação e seu fiel amigo.

Mesmo depois que Parker morre, Hachi retorna a estação, mostrando sua fidelidade até o fim. 

Por um tempo de mais ou menos nove anos,o adorável cão, não só toca a vida dos vendedores, o gerente da estação e os muitos viajantes da estação, como ensina a todos eles, o verdadeiro significado de lealdade, devoção e amor.

A devoção inflexível de Hachi e o amor por seu mestre rapidamente ganham atenção até na mídia. A incrível história deste cão não só toca as vidas daqueles na pequena cidade, mas sim todos os que ouvem falar da incrível história e conseguem aprender nem que seja um pouco mais sobre amor, devoção e amizade verdadeira.

Trailer:

 

 

Mad Max

Mad Max e a Estrada da Fúria

Mad Max A Estrada da FúriaEm mais um filme dessa franquia inicialmente estrelada por Mel Gibson, continuamos a ver acontecimentos pos-apocalipticos.

Uma história em que conta sobre o mundo após uma guerra termonuclear. Que fez com que ficasse ainda mais difícil de viver, já que os recursos restantes foram contaminados por substâncias nocivas, fazendo com que os próprios para consumo, ficassem cada vez mais raros.

Mas não só os recursos ficaram de ser encontrados, mas antigos valores da sociedade também.  A plenitude moral fora substituída por regras cheias de impavidez moral. Chegando ao ponto de usar máquinas programadas para destruir toda e qualquer coisa pelo motivo de demonstrar poder e capacidade.

Mad Max: A Estrada da Fúria reformula o papel principal no rosto cinzento de Tom Hardy (de Lendas do Crime e Taboo). Fazendo com que as apostas na produção, aumentassem.

O filme está ambientado num futuro próximo. Não há cidades ou civilizações deixadas. A paisagem está morrendo de sede, assim como as pessoas que vivem com o racionamento de agua potável.

Max Rockatansky é um dos sobreviventes.  Uma vez que é capturado e levado à servidão na Citadela. Cercado com torres de rock, esta é a fortaleza do deserto de Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne), uma figura monstruosa que o domina sobre um enxame de desgraçados irregulares.

A figura má tem uma pele que se assemelha a de um sao, e é enjaulada em um peitoral transparente. Ele respira através de uma máscara que está armada com grandes dentes amarelados. É uma figura de autoridade um tanto quanto idolatrada.

Uma figura de grande importancia no enredo que é a Imperatriz Furiosa (vivida por Charlize Theron, de Branca de Neve e o Caçador). Que acaba piorando o nivel de fúria de Immortan Joe.

Já que decidiu elaborar e colocar em prática um plano para livrar seu harém de esposas, do malfeitor. Traindo assim seu comandante, ao tirar de seu controle as mais cinco belas e férteis mulheres. Que são aprisionadas para que sirvam ao Immortal Joe e tenha seus filhos. O que se pode esperar é um grande confronto que poderá começar a qualuqer momento.

Mad Max é um bom filme. Repleto de elementos assim como seria num jogo feito com base na franquia. Com combates violentos, perseguições que causam muito levantamento de areia, batalhas entres veículos num mundo verdadeiramente sombrio. Recheado de ação.

Uma história autônoma sem conexão forte com nenhum dos quatro filmes, Mad Max abre com o personagem principal titular que faz com que uma motosserra entre no crânio de um líder do grupo local Scabrous Scrotus. Assim começa a eletrizante história. O filme fala sobre a resiliência feminina, além de tudo. Como se o enredo dissesse o suficiente com quase nenhuma palavra. Distribuido pela Village Roadshow Pictures.

Trailer:

 

 

A Múmia 2017

Comentários Sobre O Filme A Múmia 2017

A Múmia 2017A Múmia é reboot de um filme de mesmo nome. Esse, especialmente estrelado por Tom Cruise (Top Gun – Asas Indomáveis). Com algumas nuances da versão de 1932 Boris Karloff ou 1999 Brendan Fraser.

Este filme marca o primeiro filme da Universal a ter o monstro central desempenhado por uma mulher.

De todos os de franquias moldáveis e cheias de poeira deixada pelo tempo para reanimar, A Múmia é provavelmente aquela que é menos aberto a novas ideias. Certos elementos do enredo são imutáveis.

O que se sabe é que com certeza, haverá areia, atingiu um frenesi em algum lugar ao redor do clímax do primeiro ato. Haverá aventureiros arrogantes cuja ganância os cegará para o perigo até o ponto de estragar tudo.

A Múmia levantou-se do túmulo, e isso pode não cheirar bem. A Universal Pictures apostou grande no primeiro filme em seu universo sombrio. Universo cinematográfico esse, que esta destinada a capturar a magia dos filmes da Marvel.

Essa produção é dirigida por Alex Kurtzman, que também dirigiu Star Trek e Transformers.

Tom Cruise é Nick Morton, um soldado americano de caça ao tesouro que se vê escolhido para ser o companheiro de Ahmanet (Sofia Boutella, Kigsman- Serviço Secreto), uma princesa demoníaca.
Russell Crowe assume um papel que tem sido canibalizado de uma propriedade completamente diferente - ele interpreta o Dr. Jekyll, agora marcado como o líder de uma banda secreta de arqueólogos renegados. Nenhuma quantidade de diálogo expositivo desajeitado pode desenredar essa bagunça de ossos, bandagens e cinismo.

Tendo seu trono roubado pelo nascimento de um meio-irmão, a princesa Ahmanet (Sofia Boutella) toma as coisas em suas próprias mãos e direitos, isso percebeu errado, vendendo sua alma ao Deus vingador e matando toda a família.

Mas nenhum crime fica impune, e Ahmanet logo encontra condenado à mumificação por toda a eternidade; Ou seja, até então, o atual Nick Morton (Tom Cruise), inadvertidamente, a traz de volta à vida, dando-lhe a oportunidade de completar sua missão e trazer a vida de forma humana. E essa é a história da entidade vilã da produção.

Ou seja, ao se meter num assunto e lugar que não deveria, Nick acaba despertando a entidade que estava presa em sua tumba, mas com o ódio ficando cada vez maior. Ele acaba dando a ela, a oportunidade de completar sua missão e trazer a vida de forma humana.

Ele passa a ser uma espécie de instrumento que é parte importante do plano de Ahmanet. E a pior parte é que não tem nenhuma chance de escolha contra a grande força da entidade poderosa.

Nick realmente está incluído num labirinto sem saída aparente, além de não ter como fugir de seu terrível plano de dominar tudo e todos no mundo.

Trailer:

 

 

Laranja Mecânica O Filme

Sobre O Policial Laranja Mecânica

Laranja MecânicaLaranja Mecânica é um clássico filme censurado do cineasta Stanley Kubrick,  lançado em 1971. Em sua época de lançamento, foi um filme muito polemico, pelo fato do seu uso de violência brutal explicita, mas isso não fez com que a genialidade mostrada na produção fosse ofuscada.

A distopia é uma severa crítica sobre uma coisa importante que falta nas pessoas: humanidade. Em especial, nos homens. Essa história é originada e baseada em uma grande obra literária. Repleto de conteúdos ligeiramente pessoas e questões perspicazes.

No Reino Unido futurístico, para a época, traz o jovem delinquente Alex DeLarge (Malcolm McDowell), que é o líder de uma gangue de arruaceiros juvenis que praticam atos de extrema violência, nas noites em Londres, onde se fazem de donos do pedaço, uma espécie de reis e se aproveitam das pessoas.

Alex, e seus parceiros: Pete, Georgie e Dim, tinham suas formas de se divertir-se que se consistiam sempre com a tragédia dos outros. Os integrantes dessa gangue costumavam usar drogas como um ritual para ter a chamada ultraviolência.

Assim seguiam para as ruas de Londres e espancavam quem quer que fosse sem misericórdia. Chegaram a lutar com sua gangue rival e os derrotam de forma brutal, que assim começa um grande tortuoso caminho.

Depois do conflito entre gangues, eles roubam um carro, e saem descontrolados sem rumo, até que o destino deles é encontrar a casa de um escritor chamado Frank Alexander.

Chegando lá, Alex, usa suas mentiras para conseguir entrar na casa do escritor, dizendo que havia sofrido um grave acidente. Saindo como planejado, ele e seus comparsas entrar na casa e violam a esposa de Frank.

Na noite seguinte, tudo começa a dar errado, quando Alex e sua gangue vão invadir a casa de uma mulher, mas tudo sai do controle quando eles acabam a matando, e seus parceiros deixam Alex para trás. E acaba apanhado pela policia e leva toda a culpa do assassinato. Com isso fora sentenciado com quatorze anos de prisão.

Alex é enviado para a prisão e, depois de cumprir dois dos 14 anos da sua sentença, vendo que a única chance de sair, era se tornar um voluntario de uma terapia, e a partir deste momento começa uma longa seção de acontecimentos, tendo que receber tudo que tinha feito pela vida que levava.

Muitas emoções podem ser obtidas ao decorrer da trama, principalmente a raiva. O filme traz a ironia e alguns significados ao passar momentos do filme, com o ar muito pesado se releva durante varias cenas mais violentas. Tornou-se um filme marcante pelas suas características.   Como a musica clássica, por exemplo, que é usada para mudar o clima tenso do filme, tenta abafar, e sugerir um conforto para o telespectador.

Trailer: