Malasartes E O Duelo Com A Morte

O Embate Entre o Homem e A Morte em Malasartes E O Duelo Com A Morte

Malasartes E O Duelo Com A MorteComo o título já denuncia, este é um filme sobre a história de um homem bastante esperto de nome Pedro Malasartes. Que não é um figura nova. Está presente até em cordéis da região nordeste do Brasil.

Este personagem vem lá de Portugal e foi trazido ao Brasil durante o tempo inicial da colonização. Com suas características peculiares que o fazem ser uma figura carimbada e conhecida.

Comece pensando naquele tipo de pessoa que usa sua esperteza para sair por cima em todas as situações. Pensou? Então pensou no tipo do Malasartes.

Que com sua malandragem misturada com sua simplicidade deixa marcada a sua história na vida de muitas pessoas. Que admiram sua sagacidade, mas as que o odeiam também.

Apesar de ser uma boa pessoa, o que compreende um coração bom que também tem boas intenções, a sua vontade de levar vantagem faz com que a bondade muitas vezes seja deixada de lado. Já que mentir e trapacear também estão na lista de maldades do mundo.

Nesta produção da Downtown Filmes, o protagonista é vivido por Jesuita Barbosa (de Praia do Futuro e Reza a Lenda). Que tem a missão de imortalizar essa figura caipira tão importante em nossa cultura.

Com direção de Paulo Morelli ( mesmo diretor de Cidade dos Homens e Preço da Paz), o filme nos mostra a vida do sagaz profissional que vive fazendo o que pode para ficar junto de sua moça amada, chamada Áurea, que é interpretada por Isis Valverde ( de Faroeste Caboclo e O Canto da Sereia).

Mas como em toda história de amor que se preze, existe alguém para atrapalhar tudo. E este alguém é o irmão da bela moça que não aceita as investidas do rapaz e quer vê-lo longe de sua irmã caçula.

E por conta disso, depois de uma longa história de um acontecimento maluco, acaba tendo que enfrentar a morte para sair de seu mundo e poder voltar a tentar ficar junto de sua bela Aurea.

Mas acontece que a Morte ( Julio Andrade), anda cansado de ofício e quer deixar o moço caipira em seu lugar, fazendo o que ele faz bem que é passar a perna para levar vantagem.

Elementos que aparecem com frequência na tela, é o cenário rural e do mundo surreal. Com elementos importantes que fazem parte do folclore do Brasil.

Verdadeiramente, uma história divertida e boa de se assistir. Repletas de viradas muitas vezes inesperadas e com um ritmo que não deixa o espectador entediado.

Uma boa mistura de humor e alguns toques de drama e um certo suspense. Com certeza, o resultado de uma boa direção. Quem tiver a sorte de prestigiar, dificilmente sairá decepcionado.

Trailer: